LEITORES DO BEM DE KARMA!

PARA SUA MEDITAÇÃO!

CURTIR BEM DE KARMA NO FACEBOOK!

FRASES DE MOTIVAÇÃO!

BEM DE KARMA - ÚLTIMAS NOTÍCIAS

domingo, 13 de março de 2016

MUITO ALÉM DO RECONHECIMENTO

Sarah Varcas

Março dá continuidade e expande o tema central de fevereiro: a necessidade de superarmos a complacência e assumirmos total responsabilidade por nossa vida, recusando-nos a permitir que o futuro seja moldado pela autopiedade, a resistência obstinada à mudança ou a fuga medrosa de viver a vida em sua plenitude. Lembrem-se que, nos últimos anos, passamos por mudanças que estão muito além do nosso reconhecimento. A vida humana não é mais o que era antes. Agora precisamos nos levantar e provar que somos dignos do poder que temos em mãos, usando-o não apenas para ganho pessoal às custas do todo, mas para beneficiar todos os seres e todo mundo. Imaginar um futuro sustentável, tanto individual quanto coletivamente, deve ser prioridade agora; um futuro que respeite a vida como uma presença sagrada dentro de todos os seres, e não como algo cujo valor é ditado apenas por sua utilidade.

Este mês desafiará nosso sentido de eu. É provável que tenhamos que redefinir totalmente os conceitos de autoestima, encontrando-o, não naquilo que fazemos ou em como vivemos, mas no fato de sermos – cada um de nós – uma incorporação física única da fonte sagrada. A centelha divina alimenta a chama interior de toda e qualquer pessoa, independentemente do quanto ela possa ter se obscurecido devido a ferimentos emocionais e psicológicos, camadas de medo e defesa egóica. A vida, para muitas pessoas, é intensamente desafiadora nos dias de hoje. Poucos estão imunes às pressões à sua volta e, enquanto para alguns isto possa ser divertido, para muitos traz um medo profundo, provocando um desejo desesperado de manter o controle a todo custo. Mas geralmente o que lhes parece controle é simplesmente uma decisão de tolerar, na melhor das hipóteses, o que não lhes traz nenhum benefício e, na pior, o que lhes é evidentemente prejudicial, apenas para não ter que enfrentar o desconhecido que, apesar de tudo, pode ser a chave da sua libertação.

Entre 1º e 22 de março, uma aliança entre Saturno, Urano e Plutão levanta a questão da dúvida. Se há pouco tempo atrás você pensou que, depois de alguns anos de turbulência, tudo passaria a ser uma maravilha e todos nós viveríamos em plena harmonia, deve estar se perguntando agora o que aconteceu pelo caminho e como chegamos ao estado em que estamos! Muitos perderam a esperança como resultado de tais sentimentos, não sendo mais capazes de sustentar o esforço de recomeçar a vida de acordo com as mudanças de energias e prioridades. “De que adiantaria fazer isto se não vai fazer nenhuma diferença?!” É fácil cair neste tipo de pensamento, mas é muito mais difícil sair dele.

Esta aliança nos alerta para não sucumbirmos a essa lógica defeituosa! Basta lembrar que o que muitos pensavam que estivesse acontecendo, na realidade não estava. Nós nunca estivemos nos aproximando de uma mudança cataclísmica que mudaria tudo para melhor num piscar de olhos. O cosmos nunca falou de tal coisa, só as pessoas falaram – sim, muitas vezes em massa – mas isto nunca se refletiu no tecido da criação que prenuncia todas as coisas antes que elas apareçam. Pelo contrário, os céus sempre falaram de uma transição longa, consistindo de várias pequenas e muitas grandes mudanças, mas nunca todas de uma só vez num piscar de olhos.

Se permitirmos que percepções equivocadas do passado semeiem apatia no presente, descartaremos uma oportunidade preciosa de fazermos parte de um momento seminal da história deste planeta, um momento para o qual cada um de nós nasceu. Durante as três primeiras semanas deste mês seremos lembrados repetidamente que a decepção nasce da nossa própria incompreensão e não de uma falha do universo que deve ser mantida! Temos que assumir responsabilidade sobre nós mesmos e ajustar nossas crenças e percepções errôneas para que reflitam a verdade. A atual temporada de eclipses, que começou em 23 de fevereiro e continuará até 29 de março, nos ajudará a fazer exatamente isso.

Durante os dez primeiros dias de março, Saturno estará em quadratura com o Sol. Frustrante num certo sentido, mas fortalecedor em outro, este aspecto fala da necessidade de reformularmos nossa vida espiritual de modo a atender as exigências do mundo e não evitá-las. Somente na luta e competição da vida diária é que realizamos totalmente a nossa humanidade. Somente incorporando o espírito é que sabemos que ele é a nossa própria essência, penetrando todos os níveis do nosso ser e moldando nosso caminho adiante. Esta quadratura exige a flexibilidade de ser corajoso e enfrentar circunstâncias imprevistas. Ela vem como uma marca da realidade, firmando nossos pés no chão, mesmo enquanto nossos espíritos se elevam.

Se ultimamente estivemos cheios de aspirações, mas com pouca ação, inspirados, mas inativos, este mês requer que expressemos no exterior o que se passa em nosso interior, com a ajuda da entrada de Marte em Sagitário no dia 6 de março. Se desejamos que a vida mude, devemos ser a mudança que buscamos. Se passamos muito tempo reclamando ou lamentando nosso destino e não fazendo o que podemos para criar um novo presente, está na hora de parar, refletir e então levar a vida de um modo diferente. Não somos vítimas e sim jogadores; somos o criador tanto quanto a criação. Velhos hábitos mentais que nos mantêm presos na negatividade tornar-se-ão cada vez mais destrutivos, à medida que as energias aumentam durante no decorrer deste mês e tudo – sim, tudo! – exerce influência maior. Portanto, devemos decidir no começo do mês de que lado queremos estar… presos aos antigos hábitos e obstáculos, ou comprometidos em encontrar novos caminhos através dos desafios familiares que enfrentamos. Esta decisão – mais importante do que as palavras podem expressar – moldará os próximos seis meses e dará o tom a cada momento do nosso dia. Portanto é melhor escolhermos bem!

No dia 3 teremos o início de uma aliança entre o Nodo Norte da Lua, Quíron e Eris, que continuará até 23 de abril. Oferecendo-nos algumas surpresas pelo caminho, ela requer uma disposição para reconhecermos, não só em que ponto estamos feridos, mas como continuamos a ferir uns aos outros. Isto não é um exercício de autoculpa, nem deve fazer com que nos sintamos mal, mas ao contrário, deve nos levar a uma conexão mais profunda com a força do ego que inevitavelmente molda a nossa vida. Ninguém pode evitar a subjetividade. Cada um de nós enxerga a vida através de seus próprios olhos, avalia-a de acordo com suas próprias experiências e reage de modo a proteger o que lhe parece ser mais vulnerável. Agindo assim, nós afetamos a vida dos outros, muitas vezes de formas que não percebemos. Relacionamentos são coisas profundamente complexas, e esta aliança trará algumas dessas complexidades à tona, turvando as águas e revelando as áreas cinzentas nas quais é impossível apontar o dedo do julgamento e dizer “a culpa é SUA!” Esta aliança nos exorta a fazer da culpa uma coisa do passado. Pois só agindo assim poderemos finalmente fazer as conexões e desvelar a sabedoria que revela o que realmente está acontecendo.

O eclipse solar em Peixes, que ocorrerá à 1h 58min GMT do dia 9 de março, fornece a explosão de energia que realmente é capaz de tirar da terra a aliança entre o Nodo Norte, Quíron e Eris e levá-la para a nossa psique. Em oposição a Júpiter, este eclipse fala do domínio das emoções que nos permite penetrar a verdadeira mensagem delas ao invés de sermos derrubados por elas ou mergulharmos para sempre em sua força incessante. Não podemos esperar que os sentimentos se acalmem, que o medo enfraqueça, que as emoções se acomodem ou que nosso cérebro produza constantemente sentimentos agradáveis que nos ajudem a lidar mais facilmente com a vida. Ao contrário, precisamos passar a conhecer nossos sentimentos: saber quando eles surgem, o que os provoca, quais são seus padrões e – o mais importante de tudo – saber como os criamos, perpetuamos e lidamos com eles.

Júpiter e Vênus nos recordam que a própria Mãe Terra precisa de nós agora mais do que nunca, e que, em troca, ela se oferece a nós como âncora, para quando as tempestades da vida se aproximarem de nós. Este eclipse nos recorda que ela é nossa aliada, e não um recurso a ser usado e abusado para nossos próprios fins. Quanto mais profundamente estivermos em contato com nosso próprio mundo interior, nosso espírito e emoções, mais profundamente poderemos estar em sintonia com toda a vida, com a Mãe Natureza e o nosso belo lar planetário. É assim que “salvamos o mundo”; não impondo nossas próprias crenças sobre os outros – insistindo no que está certo e errado – mas nos conectando com nosso eu verdadeiro, conhecendo nossas emoções a partir de dentro, acolhendo nossos medos, nutrindo nossos sonhos e conhecendo a nós mesmos assim como a toda a vida em todo lugar.

De 13 a 16 de março teremos Saturno no ápice de uma quadratura em T, formada com Júpiter e Mercúrio. Vejam isto como um curso intensivo cósmico de sabedoria! É uma oportunidade para explorarmos as profundezas do nosso conhecimento interior e sermos bem-sucedidos. Escolham o tema mais importante: relacionamento, trabalho, saúde, o sentido da vida…! Seja qual for o aspecto de nossa vida para o qual precisamos de orientação, esta aliança planetária está apta a nos oferecê-la. É claro que também precisamos fazer nossa parte, estando abertos para o que ela nos revela, preparados para aceitar as verdades às quais resistíamos antes, e liberando as crenças que gostaríamos tanto que fossem verdadeiras.

Esta breve janela de sabedoria nos mostra as coisas sob uma nova perspectiva que nos levará através desta temporada de eclipses e mais adiante. Mas nós mesmos temos que abrir essa janela, absorver a visão e apreciar as nuances sutis de luz e sombra da paisagem. A sabedoria é uma presença viva em nosso mundo, e não uma coleção de livros empoeirados e desbotados, que falam de tempos que se foram. Cada um de nós pode reivindicá-la para si mesmo, de acordo com a situação em que esteja e com o que precisa saber. Não descartem nada que se revelar neste momento. Explorem-no completamente, acolham seu potencial e mantenham a mente aberta, pois as sementes do despertar estão sendo semeadas no lugar da descrença e resistência, silenciosamente, sem alarde, para amadurecer e germinar quando chegar o momento certo.

E isto pode ser mais cedo do que pensamos, pois em 17 de março, Saturno se unirá a Plutão e Júpiter para nos oferecer as circunstâncias necessárias para trazerem para fora essa sabedoria que está dentro de nós! Os aspectos práticos da vida poderão sofrer uma espécie de golpe nesse ponto, mas caso isto aconteça, não se preocupem. Situações imprevistas que nos pegam desprevenidos, assim como efeitos inesperados que balançam o nosso barco, não precisam nos derrubar! Podemos usá-los como resistência contra as quais fortalecemos nossa essência, recusando-nos a ser enganados e levados à submissão ou ao sofrimento por uma mente que diz “eu nunca vou conseguir passar por isto; é muito difícil, doloroso, impossível, difícil, etc, etc…” O fato é que ainda estamos aqui; conseguimos passar por tudo até agora, e com a próxima coisa não vai ser diferente. E quanto mais bem-sucedidos formos, mais sabedoria teremos do nosso lado, alimentando nosso espírito, focando nossa mente e iluminando nosso caminho. Este alinhamento planetário continuará até 11 de abril, portanto lembrem-se do seguinte: os desafios que nos assaltarem nesse período são apenas indicações disfarçadas, incitando-nos a desvelar sua mensagem verdadeira e seguir sua orientação.

Um eclipse lunar em Libra às 11h 48min GMT em 23 de março, em oposição a Mercúrio em Áries, pede-nos uma resposta compassiva em relação a nós mesmos e aos outros. Os sentimentos poderão estar exacerbados, impedindo, assim, uma abordagem mais comedida da vida. Esteja preparado para perdoar quando possível, esquecer quando necessário, e rir daquilo que, do contrário, poderia se transformar na 3ª Guerra Mundial! Estamos todos sob pressão e tentando sobreviver; todos lidando com nossos demônios internos e desafios externos, todos buscando amor e aceitação, paz e satisfação. Assim, o que nos une é muito mais integral do que qualquer coisa que nos divida. Lembrar deste fato nos ajudará muito a navegar as águas agitadas deste eclipse em particular. Ao mesmo tempo, é importante lembrar que respeitar os paradoxos peculiares da nossa própria individualidade pode facilitar muito a nossa aceitação das peculiaridades de outras pessoas! Não precisamos abandonar a identidade para manter a paz; pelo contrário, podemos valorizá-la como o próprio fio que tece junto as diferentes partes da coletividade.

Sim, em um nível básico, todos nós buscamos coisas semelhantes, assim como todos nós precisamos comer. Mas, o que para uma pessoa é um prato saboroso, para outra pode ser um veneno, e cada um de nós satisfaz nossas necessidades compartilhadas de uma forma pessoal, o que faz de nós os seres únicos que somos. Deixar espaço para esta individualidade, respeitá-la em si mesmo e nos outros, respeitar as preferências pessoais e os gostos individuais contribuem para manter a paz, do mesmo modo que honrar o todo, deixando de lado uma certa individualidade para possibilitar uma coalescência mais profunda. Este eclipse pede que encontremos o equilíbrio entre os dois e o coloquemos em prática com efeito imediato. Não há tempo a perder e há muito a ganhar aprendendo a ser quem somos em nossa individualidade única e, ao mesmo tempo, respeitando a força maior da consciência coletiva na qual somos apenas uma parte minúscula.

No dia 25 de março, Saturno inicia uma jornada retrógrada de cinco meses através de Sagitário, introduzindo os temas de ressurreição e sacrifício. Precisamos de ambos agora, para favorecer o despertar coletivo que está iluminando este planeta, lenta mas seguramente. Saturno retrógrado em Sagitário ressuscita nossas esperanças e sonhos como imagens internas que alimentam nosso compromisso com a jornada que é nossa vida e o impulso para seguirmos adiante. Talvez não saibamos como iremos manifestar a visão do nosso futuro, mas se sentirmos a atração entusiástica das novas possibilidades, Saturno fornecerá a estrutura para continuarmos a trabalhar internamente, nutrindo a fé em nosso eu e em nossa vida, fazendo planos, reconhecendo conexões e entendendo cada vez mais profundamente como o mundo realmente funciona, de modo a podermos assumir um papel mais e mais ativo na formação do seu futuro.

Em troca da ajuda de Saturno, ele nos pede para sacrificar crenças ultrapassadas, práticas e hábitos que não servem mais ao nosso bem-estar. Isto poderá ser desafiador, por acreditarmos que foram eles que nos trouxeram à posição em que nos encontramos hoje. E é bem possível que estejamos certos! Mas o ponto em que estamos hoje não é aquele em que estaremos amanhã, semana que vem ou no ano que vem, e muito menos daqui a uma ou duas décadas! Saturno em Sagitário precisa que revisemos nossas rotinas para ver o que está realmente funcionando e por quê. Por exemplo, será que nossa meditação diária realmente nos ajuda ou é simplesmente uma confusão de pensamentos exaustivos temperados com o estranho sonho de nos manter interessados?! Será que a dieta que estamos seguindo, que revolucionou nossa vida quando a adotamos, não está nos mantendo agora presos no medo de assumir novas maneiras de nutrir nosso corpo, mente e espírito? As regras que orientem nossa vida são realmente voltadas para melhorar nossa qualidade de vida ou, ao contrário, são estupidificantes? Será que elas não nos encurralam num canto, do qual só conseguimos escapar se quebrarmos as regras que nós mesmos escolhemos adotar no passado?

Quando estivermos chegando ao final de março e olharmos para trás, para um mês desafiador, que revelou algumas fendas em nossa armadura e falhas em nossa vida tão cuidadosamente tecida, Urano iniciará uma conjunção com o planeta anão Eris, preparando-se para a primeira conjunção exata de ambos em junho. Esta é uma aliança poderosa entre duas forças potencialmente muito perturbadoras a serem liberadas brevemente em nossa psique e por todo o nosso planeta. Ou mergulhamos no caos ou nos elevamos acima dele. A escolha é nossa e assim é a nossa jornada… um mergulho no âmago do que significa ser humano e divino, terra e espírito, masculino e feminino, vivo para todas as coisas em um nível e, ao mesmo tempo, morto para o mundo. O jogo está em marcha e nós somos os jogadores, gostemos ou não, estejamos prontos ou não. Ninguém está imune a estas forças poderosas que penetram nossas próprias células… e nem deveríamos querer estar! Esta é a verdadeira ressurreição, uma reanimação do nosso espírito mais bruto, da nossa alma indômita, chamados para se levantarem e nos envolverem em sua paixão pela vida e em seu poder incansável de criar ou destruir o futuro com um simples toque da sua incrível e poderosa mão.

AUTOR: Direitos Autorais: © Sarah Varcas http://www.astro-awakenings.co.uk
Fonte: http://astro-awakenings.co.uk/march-2016-astro-energy-report
Tradução de Vera Corrêa veracorrea46@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários postados neste Blog passam por moderação. Por este critério, os comentários podem ser liberados, bloqueados ou excluídos. O Bem de Karma descartará automaticamente os textos recebidos que contenham ataques pessoais, difamação, calúnia, ameaça, discriminação e demais crimes previstos em lei. GUGU

ORAÇÃO DA CURA

Pai celestial, que habitais o meu interior, impregna com a Tua Luz vital cada célula de meu corpo, expulsando todos os males, pois estes não fazem parte de meu ser.

Na minha verdadeira realidade, como filho de Deus perfeito que sou, não existe doença; por isso que se afaste de mim todo o mal, todos os bacilos, micróbios, vírus, bactérias e vermes nocivos, para que a perfeição se expresse no meu corpo, que é templo de Divindade.

Pai teu Divino filho Jesus disse: pedi e recebereis, porque todo aquele que pede recebe, portanto, tenho absoluta certeza de que a minha oração da cura já é a própria cura. Para mim agora, só existe esta verdade: a cura total. Mesmo que a imagem do mal permaneça por algum tempo no meu corpo, só existe em mim agora a imagem mental da cura e a verdade da minha saúde perfeita.

Todas as energias curadoras existentes em mim estão atuando intensamente, como um exército poderoso e irresistível, visando os inimigos, fortalecendo as posições enfraquecidas, reconstruindo as partes demolidas, regenerando todo o meu corpo. Sei que é o poder de Deus agindo em mim e realizando o milagre maravilhoso da cura perfeita.

Esta é a minha verdade mental. Esta portanto é a verdade do meu corpo.

Agradeço-te, óh! pai, porque Tu ouvistes a minha oração.

Dou-te graças, com toda alegria e com todas as forças interiores porque tua vontade de perfeição e saúde aconteceram em mim, em resposta ao meu pedido.
Assim é e assim será.

Dr. Manoel Dantas
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ME SIGA NO TWITTER!